Buscar
  • Jornal Cidade

Cozinhar não é para todo mundo



Provavelmente quem não sabe cozinhar e não consegue sentir prazer cozinhando, não enxerga a magia que envolve a prática e seus benefícios.

O segredo nunca foi o tempero, e sim o capricho, a paciência, o invisível. Além disso, quem gosta de cozinhar já usufrui de diversos benefícios terapêuticos. Sem falar que podemos usar toda nossa criatividade. A criatividade é uma ferramenta maravilhosa para época de crise, podemos ousar fazer coisas inimagináveis com muito pouco.

Cozinhar requer atenção, sensibilidade e muita responsabilidade. Não é para todo mundo, não!

O pulo do gato é o capricho, o que você faz além do esperado, o que surpreende mesmo que a situação não seja favorável. Não, cozinhar não é para todo mundo! Gente emburrada, com raiva do mundo, que vê a prática de cozinhar como um fardo ou um sofrimento, não tem como superar àqueles que fazem por amor e com amor.

A alegria de estar fazendo uma coisa que fará bem para você mesmo e para as pessoas que você ama ou não, faz toda diferença. Tudo bem você não gostar de cozinhar, você com certeza deve ser bom em outras coisas, e usa essas vias como meio de se expressar diante do mundo.

Tem gente que não domina a prática, mas o pouco que sabe, faz com o coração, com capricho.

É claro que a comida preparada com amor tem mais sabor, mas não pense em sabor de tempero, pense em sabor de harmonia, onde vários elementos estão organizados para o seu bem estar.

Cozinhar também precisa ser uma prática consciente. Usar pouca gordura, sal e açúcares, dosar iguarias, que em excesso podem prejudicar de alguma forma a sua saúde e a saúde dos outros a curto, médio, ou longo prazo.

Cozinhar pode te levar a outras práticas que funcionam também como terapia. A maioria das pessoas que gostam de cozinhar, sejam elas homens ou mulheres, carregam manias na própria cozinha, ou na cozinha em que trabalham, e de forma surpreendente estão sempre inovando, experimentando, sentindo tudo, cada passo, cada sabor, cada medida, todo o espaço. Não, cozinhar não é para todo mundo!


0 visualização